LYRIC

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Sabia?
Sim, sabia mais e mais e mais e mais
O homem que sabia cheio de eletricidade

Ele sabia que o amor é um tiro (eh)
Num alvo além da visão (eh eh)
Capaz da miragem mais linda (eh)
No olho de um furacão
Sabia que o desejo é um rio (eh)
Cheio cheio de eletricidade
Como um animal no cio (eh eh)
Indiferente à felicidade

O homem que sabia demais
Não sabia
Não sabia esquecer
Nem voltar atrás
Pois sabia mais
Muito mais do que podia saber
Sabia mais e mais e mais e mais

Ele sabia que sua paixão (eh)
Debochava da velha moral (eh eh)
Como um feitiço absurdo (eh)
Muito além do bem e do mal, do bem e do mal
Continuava sempre sozinho (eh)
Procurando entender a razão
Que lhe tornava um ser tão sabido (eh eh)
Mas não explicava a solidão

O homem que sabia demais
Não sabia
Não sabia esquecer
Nem voltar atrás
Pois sabia mais
Muito mais do que podia saber

O homem que sabia demais
Não sabia
Não sabia esquecer
Nem voltar atrás
Pois sabia mais
Muito mais do que podia saber
Sabia mais e mais e mais e mais

Ele sabia que o amor é um tiro (eh)
Num alvo além da visão (eh eh)
Capaz da miragem mais linda (eh)
No olho de um furacão
Sabia que o desejo é um rio (eh)
Cheio cheio de eletricidade
Como um animal no cio (eh eh)
Indiferente à felicidade

O homem que sabia demais
Não sabia
Não sabia esquecer
Nem voltar atrás
Pois sabia mais
Muito mais do que podia saber

O homem que sabia demais
Não sabia
Não sabia esquecer
Nem voltar atrás
Pois sabia mais
Muito mais do que podia saber
Sabia mais e mais e mais e mais
Mais e mais e mais e mais e mais yê
Mais e mais e mais e mais e mais
Mais e mais e mais e mais e mais

Ah se eu disser que é quadra e meia
Você diz que é meia quadra
Se eu disser que é meia quadra
Você diz que é x
É de pitanga, cajueira e cala a boca por favor
Pode vir e dar porrada continua a caminhar

Dererere tererê carangudá
Nunca vi dançar calango sem o saco balançar
Dererere tererê carangudá
Nunca vi dançar calango sem o saco balançar

A meninada sete saia, sete saia de veludo
Debaixo das sete saia tem um bicho cabeludo
Gostar de faca, espingarda, marioneta
Nunca vi moça bonita ter cabelo no joelho

Added by

harmonica

SHARE

Your email address will not be published. Required fields are marked *